Pular para o conteúdo principal
  • Nossos produtos Nossos produtos Nossos produtos
  • Sustentabilidade Sustentabilidade Sustentabilidade
  • Trabalhe Conosco Trabalhe Conosco Trabalhe Conosco
  • Investidores
  • Conheça AES Conheça AES Conheça AES
  • My AES
    Choose your location
    PT-BR
    Choose location

    AES Global

    AES Local

    Andes Argentina Brasil Bulgaria Chile Colombia Dominicana El Salvador India Indiana México Miami Valley Lighting Ohio Panama Puerto Rico Vietnam
    Buscar
    Search AES

    AES Tietê prevê o dobro de investimento em Inovação para 2020

    Aportes podem alcançar R$ 14,7 milhões dando sequência a projetos já existentes e outros inéditos AES Tietê prevê o dobro de investimento em Inovação para 2020

    Acreditando que a inovação é a chave para impulsionar negócios, a AES Tietê estima investimento de R$ 14,7 milhões em 2020, o dobro do ano anterior. A companhia faz um balanço positivo dos projetos realizados que contribuíram para o mercado e seguem em evolução, a exemplo do armazenamento de energia por baterias, um dos mais representativos do setor elétrico.

    Inovação é um tema estratégico para a maioria das empresas e na AES Tietê é prioridade. Segundo o ranking Valor Inovação 2019, o setor elétrico está entre os dez que mais investem em P&D. Em 2019, a AES Tietê aportou R$ 7,9 milhões em cerca de 20 projetos dentro dos pilares soluções digitais em energia, ferramentas de confiabilidade e qualidade energética, gestão de energia, novas fontes de geração, armazenamento de energia, geração distribuída, sustentabilidade e meio ambiente.

    O ano foi marcado pela sequência de projetos relevantes para a companhia e o setor, como a 2ª chamada do Programa de Aceleração de Startups que selecionou movE e Mitsidi Brain para o aporte de R$ 1,5 milhão em projetos de mobilidade elétrica e eficiência energética. Ambos se encontram em fase de desenvolvimento e fazem parte da estratégia da companhia de antecipar tendências no setor quando o assunto é desenvolvimento de soluções disruptivas.

    De acordo com a United Nations Industrial Development Organization (UNIDO), a utilização de sistemas de gerenciamento da energia através de robôs programados por algoritmos pode reduzir em até 30% o consumo de energia elétrica na indústria. Dois projetos da AES Tietê utilizam tecnologia da informação para tornar a gestão energética mais eficiente, confiável e sustentável.

    A microrrede é uma solução inteligente behind-the-meter de gerenciamento e otimização de recursos energéticos distribuídos com foco na redução do custo da energia. Já o VPP (Virtual Power Plant) é um sistema que integra virtualmente diversos recursos e possui aplicações de suporte à rede e comerciais, monitorando, via software, ativos energéticos, garantindo a otimização do sistema e a monetização das transações.

    A companhia vem se mostrando pioneira no setor. Em 2018, apresentou o primeiro projeto no Brasil de armazenamento de energia por baterias implementado junto a uma usina hidrelétrica conectado ao Sistema Interligado Nacional. Também inovou ao promover em 2016 a primeira chamada pública para seu Programa de Aceleração de Startups, de acordo com as regras do Programa de Pesquisa e Desenvolvimento da Aneel. Em outubro do ano passado, anunciou o desenvolvimento do primeiro balcão organizado no Brasil para comercialização de energia com tecnologia blockchain.

    No mês de fevereiro, o programa Summer Job, promovido pelo Centro de Estudos e Sistemas Avançados do Recife (CESAR) e patrocinado pela AES Tietê concluiu a primeira edição de 2020. Estudantes de diferentes cursos universitários em Curitiba (PR) participaram do desafio de apresentar soluções sobre “Como automatizar os relatórios de inspeção de segurança?” e “Como otimizar os sistemas de resfriamento das unidades geradoras de nossas usinas hidrelétricas?.

    Atenta ao mercado de veículos elétricos que deve crescer até 500% em cinco anos e o número de carros convencionais será inferior ao de veículos elétricos nos próximos 20 anos, segundo a Bloomberg New Energy Finance (BNEF), a AES Tietê se volta para projetos de eletromobilidade. O projeto vem sendo desenvolvido com a startup Move, como desdobramento do Programa de Aceleração da companhia, com o objetivo de conectar condutores de veículos elétricos, donos de eletropostos e comercializadoras de energia, monetizando oportunidades neste mercado.

     

    Sobre a AES Tietê

    A AES Tietê atua como uma plataforma integrada de energia renovável com soluções customizadas de acordo com a necessidade de seus clientes. Está entre as maiores companhias privadas de geração do Brasil, atuando no país há 20 anos. O Centro de Operações de Geração de Energia (COGE), localizado em Bauru (SP), é o mais tecnológico do país e opera remotamente todos os ativos da companhia.    

    No portfólio, composto por geração hídrica, solar e eólica, estão 9 usinas hidrelétricas e 3 pequenas centrais hidrelétricas, dois Complexos Solares, Guaimbê e Ouroeste, em São Paulo, além do Complexo Eólico Alto Sertão II, na Bahia. Recentemente, a companhia anunciou investimento na construção do Complexo Eólico Tucano, também no estado da Bahia.

    www.aestiete.com.br

     

    Sobre AES Tietê

     

    Informações para imprensa AES Tietê:

    Heloisa Nicacio - heloisa.nicacio@inpresspni.com.br

    Plínio Varoni - plinio.varoni@inpresspni.com.br

    11 4197-4999 e 11 94264-6300

    Back to top
    Nossos produtos
  • Nossas ofertas
  • Seu perfil
  • Sustentabilidade
  • Crescimento limpo & inovação
  • Nossas pessoas
  • Parcerias com a comunidade
  • Relatórios e políticas
  • Estratégia de sustentabilidade
  • Trabalhe conosco
  • Conheça nossas pessoas
  • Trabalhe Conosco
  • Para a imprensa
  • Comunicados de imprensa
  • Para sócios
  • Contratados e fornecedores
  • Sobre nós
  • Nossa história
  • Nossa liderança
  • Global x local
  • Fale conosco
  • LGPD
  • Ética & compliance
  • Jump back to top