Pular para o conteúdo principal
  • Nossos produtos Nossos produtos Nossos produtos
  • Sustentabilidade Sustentabilidade Sustentabilidade
  • Trabalhe Conosco Trabalhe Conosco Trabalhe Conosco
  • Investidores
  • Conheça AES Conheça AES Conheça AES
  • My AES
    Choose your location
    PT-BR
    Choose location

    AES Global

    AES Local

    Andes Argentina Brasil Bulgaria Chile Colombia Dominicana El Salvador India Indiana México Ohio Panama Puerto Rico Vietnam
    Buscar
    Search AES

    AES Tietê anuncia lucro líquido de R$ 51 milhões no 3T20 e distribuição de R$ 65 milhões em dividendos

    Entre 2020 a 2024, a Companhia prevê investir aproximadamente R$ 1,4 bilhão AES Tietê anuncia lucro líquido de R$ 51 milhões no 3T20 e distribuição de R$ 65 milhões em dividendos

    No terceiro trimestre de 2020, a AES Tietê reporta Ebitda de R$ 311,7 milhões, com lucro líquido de R$ 51,1 milhões e, em linha com a prática de remuneração aos seus acionistas, anuncia a distribuição de R$ 65 milhões, ou 127% de payout, o que corresponde a um dividend yield (retorno gerado pelo dividendo) de 7,2% (nos últimos 12 meses). No acumulado do ano, a empresa apurou um ganho líquido consolidado de R$ 245,4 milhões, resultado 26,1% acima do reportado no mesmo período do ano passado (R$ 194,6 milhões).

    “Podemos dizer que o desempenho da Companhia no terceiro trimestre foi marcado pela acertada estratégia comercial, bem como de gestão ativa do portfólio, associadas ao compromisso que temos na diligência de nossos custos e despesas. O crescimento em fontes renováveis, reforçando nossa matriz já 100% renovável, a satisfação de nossos clientes, a inovação e o posicionamento voltado ao futuro do setor elétrico, pilares fundamentais da estratégia da empresa, foram essenciais ao bom resultado do período”, explica Clarissa Sadock, CFO da AES Tietê.

    Também no terceiro trimestre, a Companhia iniciou a construção do Programa de Diversidade e Inclusão com uma importante meta: contratação exclusiva de mulheres para 100% das atividades diretas de operação no Complexo Eólico Tucano, na Bahia. “A iniciativa está alinhada aos nossos objetivos estratégicos e traduz o modelo de empresa que estamos construindo para o futuro: um espaço cada vez mais inclusivo, que valoriza a diversidade e investe no desenvolvimento social das comunidades onde estamos inseridos”, afirma Clarissa.

     

    Desempenho das fontes renováveis

    No terceiro trimestre, mais uma vez, a companhia se destacou no setor eólico. Em agosto, a AES Tietê anunciou a compra do Complexo Eólico Ventus, com capacidade instalada de 187 MW.

    Além disso, em setembro, o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE) aprovou a compra da primeira fase do Complexo Eólico Cajuína, com outorga publicada de 588 MW, originalmente denominado Ventos de Santa Tereza. Esta etapa faz parte do projeto greenfield de mais de 1 GW de capacidade localizado no Rio Grande do Norte, divulgado pela Companhia em maio de 2020.

    Para completar as boas notícias do segmento, a geração bruta do Complexo Eólico Alto Sertão II foi 4,6% superior se comparada ao mesmo período do ano anterior, reflexo principalmente do maior fator de disponibilidade do parque que registou 97,5%. Vale ressaltar que o aumento do fator de disponibilidade reflete as melhorias operacionais realizadas constantemente pela equipe de O&M, por meio da implementação de novas técnicas e da excelência na gestão do ativo.

    Em energia solar a empresa também teve bom desempenho, já que seus complexos registraram geração bruta de 153,5 GWh no terceiro trimestre e 411,1 GWh no acumulado do 2020, um aumento de 54,3% e 62,8%, respectivamente, decorrente da entrada em operação completa do Complexo Solar Ouroeste no segundo semestre de 2019.

     

    Próximos passos

    Reiterando a responsabilidade que mantém com a Governança Corporativa, a AES Tietê está em um intenso processo de preparação para a migração da Companhia ao Novo Mercado da B3, o que deve ser concretizado no início de 2021. “A listagem no Novo Mercado beneficiará a empresa e todos os seus acionistas, a medida em que reforça o nosso compromisso com o mercado de capitais, simplificará a nossa estrutura para um voto por ação e incitará uma maior liquidez no nosso papel, com a atração de mais investidores”, conclui a CFO.

    No período de 2020 a 2024, a Companhia prevê investir aproximadamente R$ 1,4 bilhão, que será destinado à modernização e manutenção de seus ativos em operação e, também, à expansão, com destaque para o início da construção do Complexo Eólico Tucano.

     

    Sobre a AES Tietê

    A AES Tietê atua como uma plataforma integrada de energia renovável com soluções customizadas de acordo com a necessidade de seus clientes. A Companhia atua no país há 20 anos e é uma geradora de energia elétrica 100% renovável. O Centro de Operações de Geração de Energia (COGE), localizado em Bauru (SP), é o mais tecnológico do país e opera remotamente todos os ativos da AES Tietê. No portfólio, composto por geração hídrica, solar e eólica, estão nove usinas hidrelétricas e três pequenas centrais hidrelétricas, dois Complexos Solares, Guaimbê e Ouroeste, em São Paulo, além do Complexo Eólico Alto Sertão II, na Bahia. Recentemente, a companhia anunciou investimento na construção do Complexo Eólico Tucano, também no estado da Bahia e a assinatura do contrato de compra e venda de ações para aquisição do Complexo Eólico Ventus localizado no Rio Grande do Norte.

    www.aestiete.com.br

     

    Informações para imprensa:

    Andréa Almeida – andrea.almeida@temp.inpresspni.com.br

    Plínio Varoni – plinio.varoni@inpresspni.com.br

    11 99246-4532/ 11 98168-3045 

    Back to top
    Nossos produtos
  • Nossas ofertas
  • Seu perfil
  • Sustentabilidade
  • Crescimento limpo & inovação
  • Nossas pessoas
  • Parcerias com a comunidade
  • Trabalhe conosco
  • Conheça nossas pessoas
  • Trabalhe Conosco
  • Para a imprensa
  • Comunicados de imprensa
  • Para sócios
  • Contratados e fornecedores
  • Sobre nós
  • Nossa história
  • Nossa liderança
  • Global x local
  • Fale Conosco
  • Ética & compliance
  • Jump back to top